Notícias
 
 
Caramurê - ()
TAMANHO DA FONTE A- A+
 

Acessibilidade para Condomínios
Embora seja de interesse geral, nos condomínios ou nas ruas, a acessibilidade é um tema importante, principalmente em virtude do decreto federal número 5296, de 2 de dezembro de 2004, que regulamentou as leis 10.048, de 8 de novembro de 2000, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000.

De acordo com esse artigo “a construção de edificações de uso privado multifamiliar e a construção, ampliação ou reforma de edificações de uso coletivo devem atender aos preceitos da acessibilidade na interligação de todas as partes de uso comum ou abertas ao público, conforme os padrões das normas técnicas de acessibilidade da ABNT”.

Alterações
As principais adequações são das áreas comuns do condomínio. Como rampas de acesso onde há desnível (como no acesso a uma piscina, por exemplo), piso antiderrapante e comunicação em braile, principalmente nos elevadores, são alguns exemplos.

Reservar vagas para as pessoas especiais também faz parte da legislação. Assim como se faz em estabelecimentos comerciais, essas vagas de estacionamento devem ser as mais próximas da entrada do edifício ou da casa da pessoa que necessitar.

Dentro das residências

Aos menos atentos, as adaptações necessárias podem não parecer relevantes, mas para cadeirantes e idosos, que terão mais facilidade e segurança, farão muita diferença. Um exemplo é o banheiro, que ficará mais amplo.

Os banheiros têm de ter 1,5 metros de largura, para que haja espaço para o cadeirante dar uma volta em torno de si. Também é necessário aumentar a largura das portas, para 80 centímetros, além de deixar as pias em uma altura acessível a todos. Na cozinha, as regras para a largura das portas e o tamanho da pia também valem.

Importância
Mesmo que não haja pessoas com necessidades especiais, o condomínio deve estar preparado para receber visitas com este perfil, ou mesmo novos moradores futuramente. A questão da acessibilidade não se limita apenas ao cadeirante, o obeso, a grávida, o portado e de muletas, a criança, a pessoa transportando carga, o idoso, o deficiente cerebral, auditivo e visual, devem ser considerados no planejamento da edificação, portanto deve-se adotar o desenho universal nos projetos de arquitetura e urbanismo. Além disso, as adequações físicas são imprescindíveis: construção de rampas, implantação de piso táctil, plataformas de ascensão vertical, dentre outras.






 


Veja mais
Veja mais




10 IDEIAS DO ARQUITETO PARA DECORAÇÃO DE UMA SALA PEQUENA
em gastar muito, sem quebrar uma parede, o arquiteto Robert Robl mudou completamente a sala de 12 m² de um apartamento. Na reportagem a seguir, ele mesmo explica o que fez. As dicas podem servir para ...

6 mega construções modernas para você conhecer
A humanidade é realmente incrível: com ou sem tecnologia avançada, fomos capazes de criar estruturas gigantes para os mais diversos propósitos. Confira algumas das mais interessantes que estão espalha...

 
Casa decorada - Jardim das Hortênsias

 


 




     
 
Av. ACM, 4009 - S/309
Ed. Empire Center - Iguatemi
Salvador - BA | CEP 40280-000
71 3450 3674 | Fax: 71 3450 4420
  NEWSLETTER
Assine nossa newsletter e receba
em seu e-mail nossas novidades.
E-mail:
Nome:
© Copyright 2014. Todos os direitos reservados.  
Desenvolvido por: